06 a 10 de março de 2021

Cultura e história, de dentro da cena

Maeve Jinkings conversa com Fernanda Montenegro

Um encontro entre duas artistas, atrizes, em torno do livro de memórias de Fernanda Montenegro, a autobiografia "Prólogo, Ato, Epílogo". Como num sarau comentado ao vivo, Maeve Jinkings sublinha uma série de passagens do texto, que a autora relembra, desdobra e retoma numa troca de ideias. Uma conversa sobre cena, arte e cultura brasileiras, vistas de perto de passagens incontornáveis à história que partilhamos.
 

Maeve Jinkings

Maeve Jinkings é formada em Comunicação Social pela Universidade da Amazônia (PA), e em Artes Dramáticas pela EAD - Escola de Artes Dramáticas da USP, com passagem pela escola do Centro de Pesquisa Teatral do diretor Antunes Filho. Estreia como atriz de cinema no longa metragem Falsa Loura, de Carlos Reichembach (SP), ainda durante os estudos, período em que se dedicou muito ao teatro. Participou de filmes prestigiados do cinema brasileiro, como O Som ao Redor, de Kleber Mendonça Filho (PE, 2013), pelo qual foi indicada ao prêmio de melhor atriz nos maiores festivais brasileiros; protagonizou com Nash Laila o longa metragem Amor Plástico e Barulho de Renata Pinheiro (PE, 2014), recebendo diversos prêmios como o de Melhor Atriz no 46o Festival de Brasília e no Festival Brasileiro de Cinema em Toronto; Boi Neon de Gabriel Mascaro (PE, 2016); Aquarius (PE, 2016), também de Kleber Mendonça Filho; A Torre (MG, 2019) de Sergio Borges; além de Açúcar (PE, 2018), outra parceria com Renata Pinheiro e Sergio Oliveira. Além de um extensa carreira na teledramaturgia brasileira, na TV Globo, como na novela A Regra do Jogo, A Dona do Pedaço e nas séries Onde Nascem os Fortes e Todas as Mulheres do Mundo. Atualmente Maeve se prepara para protagonizar Pedágio, primeiro longa metragem da realizadora Carolina Markowicz (SP), a ser filmado em maio de 2021.

 

Fernanda Montenegro